menu logo

tamanho do texto:

Grande Rota 02 - Etapa 2: Santo Amaro – Fajã dos Cubres

Tipo: linear
Dificuldade: difícil
Distância: 30,2Km
Duração: 10h
Altitude (Min / Máx): 5m / 996m

 

Como Chegar

Saindo da vila de Velas, na rotunda siga no sentido este, na indicação Calheta. Após a rotunda, na estrada regional, percorra cerca de 1,80 quilómetros. Chegando ao cruzamento, vire à esquerda no sentido de Santo Amaro. Suba cerca de 0,80 quilómetros e chegando à Igreja Matriz, localizada do lado esquerdo, chega ao ponto onde se inicia o trilho.



Equipamento Recomendado

Calçado apropriado para caminhadas, impermeável, chapéu, protetor solar e água.



gallery_thumbnail
zoom in

Esta grande rota percorre, sensivelmente, metade da ilha, num percurso linear que liga a Ponta dos Rosais (no extremo oeste da ilha) à Fajã dos Cubres (na costa norte), com uma extensão total de 51,8 quilómetros.

Este é um percurso que alterna entre o planalto da parte mais interior da ilha, onde nasceram os cones vulcânicos que geraram a ilha, com as vertentes escarpadas e muito altas que se despenham em pequenas áreas aplanadas ao nível do mar, resultando nas paisagens emblemáticas das Fajãs de São Jorge.

Este grande trilho apresenta-se dividido em duas etapas, de aproximadamente 22 quilómetros e 30 quilómetros, respetivamente. A Etapa 2 liga a freguesia de Santo Amaro (costa sul) e a Fajã dos Cubres (costa norte), atravessando a Área Protegida para a Gestão de Habitats ou Espécies do Pico da Esperança e Planalto Central, a Área de Paisagem Protegida das Fajãs do Norte e o Monumento Natural da Ponta dos Rosais. Passa também pelos geossítios Cordilheira Vulcânica Central e Fajã dos Cubres.

Saia da freguesia de Santo Amaro em direção à cordilheira central da ilha, atravessando alguns cones vulcânicos até atingir a Reserva Florestal de Recreio das Macelas, onde pode visitar o Miradouro do Canal com vista para o Pico e Faial.

Siga a sinalética pela estrada e alguns atalhos até atingir o painel do PR 04 SJO – Pico do Pedro/Fajã do Ouvidor. Daqui irá transpor diversos picos desta cordilheira como o Pico do Pedro, do Carvão, da Junça, Verde e o Morro Pelado. Adiante passa pelo Pico da Esperança, que com 1053 metros de altitude é o ponto mais alto da ilha. Esta fase em altitude termina após passar o Pico do Areeiro e adiante, pelo Pico Pinheiro, ambos com lagoas no interior das suas crateras.

Já do lado norte da ilha, siga por uma mata onde poderá encontrar algumas espécies de flora endémica como a urze (Erica azorica), o azevinho (Ilex azorica) e o cedro-do-mato (Juniperus brevifolia), até atingir a freguesia do Norte Pequeno. Prossiga, cautelosamente, ao longo da estrada até à Fajã dos Cubres, onde a etapa termina junto à Ermida de Nossa Senhora de Lourdes.

Quer receber notícias nossas?

Respeita os termos do WCAG 2.00 AA