menu logo

tamanho do texto:

Grande Rota 01 - Etapa 1: Topo – Fajã dos Vimes

Tipo: linear
Dificuldade: difícil
Distância: 25Km
Duração: 5h30
Altitude (Min / Máx): 13m / 435m

 

Como Chegar

Saindo da vila da Calheta, siga a Estrada Regional 2-2 até ao Centro de Saúde da Calheta e vire à sua direita para o Topo. Ainda na Estrada Regional percorra cerca de 25 quilómetros em direção este até chegar à entrada do Topo. Junto aos Bombeiros Voluntários do Topo, vire à esquerda em direção à Pontinha do Topo, onde encontrará um parque de estacionamento e onde se inicia o trilho.



Equipamento Recomendado

Calçado apropriado para caminhadas, impermeável, chapéu, protetor solar e água.



gallery_thumbnail
zoom in

Esta grande rota percorre, sensivelmente, metade da ilha, num percurso linear que liga a freguesia do Topo à Fajã dos Cubres, na costa norte, com uma extensão total de 39,2 quilómetros, atravessando a Área de Paisagem Protegida das Fajãs do Norte.

Este é um percurso que alterna entre o planalto da parte mais interior da ilha, onde nasceram os cones vulcânicos que geraram a ilha, com as vertentes escarpadas e muito altas que se despenham em pequenas áreas aplanadas ao nível do mar, resultando nas paisagens emblemáticas das Fajãs de São Jorge.

Este grande trilho apresenta-se dividido em duas etapas, de aproximadamente 25 quilómetros e 15 quilómetros, respetivamente. Deve planear o percurso, de acordo com a sua condição física, interesse e disponibilidade.

A Etapa 1 liga o Topo à Fajã dos Vimes ao longo de uma extensão de 25 quilómetros, passando pelos geossítios da Ponta e Ilhéu do Topo e o da Arriba das Fajãs dos Bodes e São João.

Inicie a etapa junto ao farol da Ponta do Topo, com vista para o Ilhéu do Topo e ilha Terceira. Siga a sinalética junto à costa até ao centro da freguesia, passando pelo Convento Franciscano de São Diogo. Neste local, é possível fazer um pequeno desvio até ao porto de recreio, passando pela Casa dos Tiagos, imóvel oitocentista classificado como de interesse público. No regresso, transponha uma antiga Vigia da Baleia, atualmente convertida em miradouro.

O percurso pela costa sul passa por Santo Antão, São Tomé e desce o caminho da Saramagueira até à Fajã de São João, local de ruas estreitas e calçada tradicional. Passe a igreja em direção aos Lourais, atravessando pequenos campos agrícolas que ao longo da subida vão dando lugar a matas. Antes dos Lourais, transponha a Ribeira do Salto, atravesse a localidade e prossiga, num plano descendente, por um caminho de terra rumo à Fajã dos Bodes.

Continue o percurso com vista para as ilhas do Pico e Faial e para as fajãs dos Bodes, Vimes e Vila da Calheta. Ao chegar à Fajã dos Bodes, siga a sinalética junto à costa até chegar à Fajã dos Vimes. Desça o caminho até ao porto de recreio, local onde termina a etapa e onde pode aproveitar para dar um mergulho.

No interior da fajã, pode visitar a oficina de artesanato onde são feitas as tradicionais colchas artesanais e provar um café plantado e confecionado localmente.

É neste local que se inicia a próxima etapa da Grande Rota que liga a Fajã dos Vimes à Fajã dos Cubres.

Quer receber notícias nossas?

Respeita os termos do WCAG 2.00 AA