menu logo

tamanho do texto:

Pico do Pedro - Pico da Esperança - Fajã do Ouvidor PR4SJO

Tipo: linear
Dificuldade: média
Distância: 16,9Km
Duração: 4h
Altitude (Min / Máx): 5m / 1053m

 

Como Chegar

Saindo da vila das Velas, no sentido este, siga a Estrada Regional 1-2A por cerca de 9 quilómetros, até encontrar a placa a indicar “Nortes”, seguindo nessa direção. Suba cerca de 9 quilómetros, até encontrar um caminho de terra batida à direita, com indicação para o Pico da Esperança. Siga por esse caminho cerca de 6 metros onde encontra o início do trilho.



Equipamento Recomendado

Calçado apropriado para caminhadas, impermeável, chapéu, protetor solar e água.



gallery_thumbnail
zoom in

Galeria

Esta rota linear tem início na base do Pico do Pedro, passando pelo Pico da Esperança, a zona mais alta da ilha com 1053 metros de altitude e termina na Fajã do Ouvidor, na costa norte. 

O percurso desenvolve-se parcialmente pela cordilheira vulcânica central, entre os 800 metros e os 1000 metros de altitude, e encontra-se parcialmente inserido na Área Protegida para a Gestão de Habitats ou Espécies do Pico da Esperança e Planalto Central e os geossítios da Cordilheira vulcânica central e da Fajã do Ouvidor e da Ribeira da Areia. Ao longo do percurso poderá observar uma grande diversidade de flora, como malfuradas (Hypericum foliosum), uvas-da-serra (Vaccinium cylindraceum), sanguinhos (Frangula azorica) e azevinho (Ilex azorica). Em termos de fauna, pode avistar tentilhões (Fringilla coelebs moreletti) e melros (Turdus merula azorensis). Antes de descer para a Fajã do Ouvidor, não deixe de visitar a Casa do Parque de São Jorge, onde pode descobrir mais alguns tesouros do Parque Natural.

Inicie o trilho na base do Pico do Pedro, junto à estrada EN3, num caminho de terra batida. Contorne a montanha pela vertente norte e siga a sinalética até encontrar a seta com o desvio para o Pico da Esperança. Até lá o percurso circunda vários outros picos, como do Carvão, que apresenta uma cratera no seu interior, Junça, Verde e Montoso e o Morro Pelado que possui o Algar do Montoso, o mais profundo dos Açores, com 140 metros de profundidade. No ponto mais alto da ilha, pode contornar a cratera e contemplar a lagoa no seu interior, bem como as ilhas vizinhas Graciosa e Terceira do lado norte, e Pico e Faial do lado sul. 

Retorne ao caminho principal e continue o percurso, agora em fase descendente, ao longo da cordilheira central da ilha. Passe pelo Pico do Areiro e adiante pelo Pico Pinheiro, ambos com lagoas no interior das suas crateras. Um pouco mais à frente irá deparar-se com um cruzamento com a Grande Rota de São Jorge 02 (GR02 SJO), onde é possível fazer ligação com a Fajã dos Cubres.

Daqui o percurso segue em direção a Norte, para a Fajã do Ouvidor passando por zonas de mata, caminhos de acesso agrícola e alguns troços em estrada alcatroada. Esta fajã ao contrário das restantes, fajãs detríticas características de São Jorge, é de natureza lávica de grande dimensão. Esta disponibilidade de área plana permitiu um maior desenvolvimento da localidade com o seu comércio local, a existência de um porto de pesca e zona balnear, destacando-se a Poça de Simão Dias, pela sua beleza natural.

Quer receber notícias nossas?

Respeita os termos do WCAG 2.00 AA