menu logo

tamanho do texto:

Lajedo - Fajã Grande PR02FLO

Tipo: linear
Dificuldade: média
Distância: 13,1Km
Duração: 3h30
Altitude (Min / Máx): 18m / 303m

 

Como Chegar

Partindo da Igreja de Nossa Senhora dos Milagres, no Lajedo, concelho das Lajes, vire à direita junto ao Império do Espírito Santo e suba até chegar ao miradouro, onde encontrará assinalado o início do percurso.



Equipamento Recomendado

Calçado apropriado para caminhadas, impermeável, chapéu, protetor solar e água.



gallery_thumbnail
zoom in

Galeria

Este trilho inicia-se na freguesia do Lajedo, passa pelas freguesias do Mosteiro e da Fajãzinha e termina na Fajã Grande. 

Acompanhando os desníveis dos declives vulcânicos existentes entre as várias freguesias, durante o percurso, é possível encontrar diversas espécies de flora da Laurissilva e observar várias espécies de aves. O trilho percorre, também, parte da Área Protegida para a Gestão de Habitats ou Espécies da Costa Sul e Sudoeste e da Área de Paisagem Protegida Zona Central e Falésias da Costa Oeste.

Inicie o trilho no interior da freguesia e siga as marcas ao longo da estrada até ao miradouro com vista sobre o Ilhéu do Cartário. Continue por um caminho empedrado na direção norte, passando por um miradouro à esquerda com vista para os ilhéus da freguesia do Mosteiro e a Rocha dos Bordões à direita, uma formação geológica caracterizada pelas enormes colunas basálticas verticais. 

Atravesse a freguesia dos Mosteiros e continue na estrada, passando por locais outrora habitados como a Caldeira. No topo da colina, do Miradouro do Portal, pode ver ao longe as freguesias da Fajãzinha e da Fajã Grande.

Desça por um caminho de terra, atravesse o interior da Fajãzinha e opte por um caminho de terra paralelo à Ribeira Grande até chegar à estrada. Siga pela esquerda sem deixar de visitar uma azenha datada de 1862, ainda em funcionamento. Cerca de 500 metros à frente, existe um desvio à direita para o Poço da Ribeira do Ferreiro, um dos cartazes turísticos da ilha.

Após o desvio, continue para a direita por um caminho de terra, ao longo da base da falésia, de acesso a pastagens e campos de cultivo. Percorra os últimos metros ladeado de antigos muros de pedra até chegar ao fim do percurso junto à zona balnear da Fajã Grande, local onde é possível refrescar-se nas águas do Atlântico. 

Quer receber notícias nossas?

Respeita os termos do WCAG 2.00 AA