menu logo

tamanho do texto:

Caldeira do Faial

Reserva Natural

gallery_thumbnail
zoom in

Galeria

Localizada na freguesia dos Cedros, esta área protegida, com 313 hectares, engloba a totalidade da Caldeira do Faial, implantada no topo do vulcão central da ilha, um edifício vulcânico com cerca de 400 mil anos.

Constitui uma caldeira de colapso, com cerca de 2 quilómetros de diâmetro, e é a mais jovem caldeira dos Açores, com cerca de 1000 anos. No seu interior, alberga de dois terços da flora vascular endémica dos Açores, em perfeito estado de conservação, bem como fauna endémica do Faial e do Arquipélago.

A Caldeira exibe um pequeno cone de escórias no seu interior e um domo lávico de natureza traquítica junto à parede sudoeste, a Rocha do Altar. Junto ao bordo sul encontra-se o ponto mais alto da ilha, o Cabeço Gordo, com 1043 metros. No interior da caldeira existiu outrora uma lagoa permanente, resultante da acumulação de água das chuvas, a qual se infiltrou na sequência da crise sísmica de maio de 1958 associada à erupção do Vulcão dos Capelinhos (1957/58), dando origem a uma pequena explosão freática no interior da caldeira.

A nível da flora destacam-se as espécies Juniperus brevifolia (cedro-do-mato), Euphorbia stygiana subsp. stygiana (trovisco-macho), Sanicula azorica, Lactuca watsoniana (alfacinha) e Rumex azoricus (labaça-das-ilhas). A avifauna integra subespécies endémicas dos Açores como Fringilla coelebs moreletti (tentilhão), Sylvia atricapilla atlantis (toutinegra dos Açores) e Buteo buteo rothschildi (milhafre). Salienta-se ainda a presença do artrópode Calacalles azoricus (gorgulho), endémico exclusivo da Caldeira do Faial.

O acesso ao interior da Caldeira do Faial está condicionado pela Portaria n.º 68/2018, de 21 de junho, mas é possível percorrer o perímetro desta reserva através do trilho da Caldeira (PRC04FAI).

Esta área integra uma Zona Especial de Conservação (ZEC) e uma Zona de Proteção Especial (ZPE) no âmbito da Rede Natura 2000, está classificada como Sítio Ramsar ao abrigo da Convenção Ramsar e constitui um geossítio do Geoparque Açores – Geoparque Mundial da UNESCO.

Classificações:

Sítio RAMSAR

Geossítio

EDEN

Rede Natura 2000

Quer receber notícias nossas?

Respeita os termos do WCAG 2.00 AA