menu logo

tamanho do texto:

Planalto Central e Costa Noroeste

Área Protegida para a Gestão de Habitats ou Espécies

gallery_thumbnail
zoom in

Galeria

Estendendo-se desde o litoral oeste até à zona central da ilha, esta área possui cerca de 3933 hectares, coexistindo com importantes zonas tampão em torno de outras áreas protegidas e diversos geossítios do Geoparque Açores – Geoparque Mundial da UNESCO.

Esta área desenvolve-se na interseção de três unidades geomorfológicas da ilha: o Vulcão de Santa Bárbara (na zona ocidental) e o Vulcão do Pico Alto (na região norte), que correspondem a dois vulcões centrais com caldeira, com formações vulcânicas de natureza traquítica; e a zona basáltica fissural (localizada entre estes dois vulcões). A zona fissural é formada por alinhamentos de cones de escórias e escoadas lávicas de natureza basáltica s.l.

No Planalto Central, zona morfologicamente aplanada e ponteada por cones de escórias, observa-se uma paisagem humanizada resultante da transformação progressiva do uso do solo, onde as zonas de atividades agropecuárias e de criação de gado bravo alternam com zonas húmidas dominadas por charcos e turfeiras de Sphagnum sp., sendo frequente avistar aves limícolas, como a Scolopax rusticola (galinhola) e a Gallinago gallinago (narceja-comum).

Neste local é possível observar ainda as espécies Buteo buteo rothschildi (milhafre), Columba palumbus azorica (pombo-torcaz dos Açores), Turdus merula azorensis (melro), Motacilla cinerea patriciae (alvéola) e o único mamífero endémico do arquipélago, a espécie Nyctalus azoreum (morcego dos Açores).

Na flora destacam-se espécies endémicas como Erica azorica (urze), Picconia azorica (pau-branco), Laurus azorica (louro-da-terra), Festuca petraea (bracel-da-rocha) e Myosotis maritima (não-me-esqueças).

É possível percorrer vários sectores desta área protegida realizando os trilhos Rocha do Chambre (PRC06TER) e Serreta (PRC03TER).

Esta área integra uma Zona Especial de Conservação (ZEC) no âmbito da Rede Natura 2000, um Sítio Ramsar ao abrigo da Convenção Ramsar e uma Área Importante para as Aves e Biodiversidade (IBA) da organização BirdLife International.

Classificações:

Sítio RAMSAR

Rede Natura 2000

IBA

Quer receber notícias nossas?

Respeita os termos do WCAG 2.00 AA