menu logo

tamanho do texto:

Serra de Santa Bárbara e dos Mistérios Negros

Reserva Natural

gallery_thumbnail
zoom in

Galeria

Localizada na zona ocidental da Terceira, esta Reserva Natural ocupa uma área com cerca de 1587 hectares e integra o ponto mais alto da ilha, a 1021 metros de altitude.

A Serra de Santa Bárbara pertence ao vulcão central de Santa Bárbara, cujo topo exibe uma dupla caldeira formada por dois episódios de colapso principais, sendo que o primeiro terá ocorrido há cerca de 25 mil anos. Esta caldeira, associada ao primeiro episódio, alongada segundo leste-oeste e com uma profundidade máxima de cerca de 200 metros, apresenta diâmetros máximo e mínimo de 2,5 quilómetros e 2 quilómetros, respetivamente, enquanto que a caldeira mais recente, associada ao segundo episódio, está encaixada na depressão primitiva e parcialmente preenchida por domos traquíticos.

Nos flancos do Vulcão de Santa Bárbara, para além de diversos centros eruptivos basálticos (como cones de escórias), ocorrem cerca de 85 domos e coulées (espessas escoadas lávicas) de natureza traquítica, que definem importantes alinhamentos vulcano-tectónicos, como é o caso dos domos dos Mistérios Negros, relacionados com a erupção histórica de 1761.

Nesta área protegida, é possível observar a paisagem natural e ancestral da floresta de nuvens dos Açores, uma das formações vegetais mais raras e valiosas, dominada pelo endemismo Juniperus brevifolia (cedro-do-mato) e associada a uma grande diversidade de espécies endémicas como Vaccinium cylindraceum (uva-da-serra), Ilex azorica (azevinho), Erica azorica (urze) e Laurus azorica (louro-da-terra). Inúmeros musgos cobrem o solo encharcado formando um complexo de zonas húmidas onde ocorrem turfeiras dominadas por Sphagnum sp. Destaca-se também a presença de espécies raras da flora endémica como a Angelica lignescens (angélica), a Euphorbia stygiana stygiana (trovisco-macho) e a Lactuca watsoniana (alfacinha).

Na fauna, salientam-se as aves residentes como as espécies Buteo buteo rothschildi (milhafre),  Columba palumbus azorica (pombo-torcaz dos Açores), Turdus merula azorensis (melro), Erithacus rubecula (pisco), Fringilla coelebs moreletti (tentilhão), Sylvia atricapilla atlantis (toutinegra dos Açores), Motacilla cinerea patriciae (alvéola), Regulus regulus inermis (estrelinha), Scolopax rusticola (galinhola) e Gallinago gallinago (narceja-comum).

É possível percorrer sectores desta área protegida realizando o trilho Mistérios Negros (PRC01TER) e Serreta (PRC03TER).

O Centro de Interpretação da Serra de Santa Bárbara está localizado no flanco sul do Vulcão de Santa Bárbara e dispõe de diversa informação alusiva ao património natural da ilha Terceira.

Esta área integra uma Zona Especial de Conservação (ZEC) no âmbito da Rede Natura 2000 e está classificada como geossítio do Geoparque Açores – Geoparque Mundial da UNESCO.

Classificações:

Rede Natura 2000

Geossítio

Quer receber notícias nossas?

Respeita os termos do WCAG 2.00 AA