menu logo

tamanho do texto:

Ponta da Barca

Área Protegida para a Gestão de Habitats ou Espécies

gallery_thumbnail
zoom in

Galeria

Com 41,97 hectares, a Ponta da Barca corresponde a uma faixa costeira que se estende do Calhau Miúdo até ao Barro Vermelho que apresenta vegetação das costas macaronésias e vegetação vivaz das costas de calhaus rolados.

É constituída por uma falésia rochosa, com altitude máxima de 90 metros, de difícil acesso, com diversas reentrâncias e zonas argilosas com cavidades.

Nesta área, a erosão marinha atingiu o sistema de condutas de alimentação dos cones de escórias e de tufos aqui existentes, pondo a descoberto os seus sistemas filonianos e chaminés vulcânicas.

Neste habitat encontramos colónias de aves marinhas, das quais se destacam as espécies Calonectris borealis (cagarro), Sterna hirundo (garajau-comum), Hydrobates castro (painho da Madeira), Hydrobates monteiroi (painho de Monteiro) e Puffinus Iherminieri baroli (frulho) e exemplares da flora endémica dos Açores, como Festuca petraea (bracel-da-rocha), Daucus carota azoricus (salsa-burra), Solidago azorica (cubres), Spergularia azorica e Euphorbia azorica (erva-leiteira).

Esta área protegida tem os estatutos de Área Importante para as Aves e Biodiversidade (IBA – Important Bird and Biodiversity Area) Ilhéu da Baleia e Ponta da Barca, da organização BirdLife International/SPEA (Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves), e de Zona Núcleo da Reserva da Biosfera. 

Classificações:

Reserva da Biosfera

Quer receber notícias nossas?

Respeita os termos do WCAG 2.00 AA