menu logo

tamanho do texto:

Geodiversidade

gallery_thumbnail
zoom in

O Corvo (a mais pequena ilha do arquipélago, localizada na placa litosférica Norte-Americana) que emergiu há cerca de 710 mil anos consiste num estratovulcão ou vulcão compósito, ou seja, um vulcão formado por níveis piroclásticos intercalados com níveis lávicos.

A paisagem vulcânica do Corvo apresenta um conjunto de formas e características muito peculiares que estão relacionadas, essencialmente, com os tipos de erupções vulcânicas a que esteve sujeita. De realçar a caldeira de colapso com um diâmetro 2,3x1,9 quilómetros e profundidade máxima de 305 metros, o Caldeirão.

Na zona sul da ilha encontra-se o povoado, instalado numa fajã gerada por escoadas lávicas basálticas oriundas de vulcões secundários ao estratovulcão do Corvo, nomeadamente, o Morro da Fonte. A ilha é rodeada por arribas escarpadas que chegam a atingir, na costa ocidental, 718 metros de altitude. Estas, sendo das mais elevadas dos Açores, abrigam baías formadas por cordões lávicos litorais e alguns ilhéus.

Quer receber notícias nossas?

Respeita os termos do WCAG 2.00 AA