menu logo

tamanho do texto:

Serra Devassa PRC05SMI

Tipo: Circular
Dificuldade: Fácil
Distância: 4,2Km
Duração: 2h
Altitude (Min / Máx): 765m / 864m

 

Como Chegar

Ao sair de Ponta Delgada em direção a oeste pela via rápida, siga pela Estrada Regional em direção à Relva, e entre no primeiro desvio em direção às Sete Cidades que encontrar à sua direita. Irá passar pela Lagoa do Carvão, que é visível da estrada à sua esquerda, e de imediato pela entrada que dá acesso à Lagoa das Empadadas. Continue pela Estrada Regional até encontrar sinalética a indicar a Lagoa do Canário. Encontrará aí um pequeno largo onde poderá estacionar o seu carro.



Equipamento Recomendado

Calçado apropriado para caminhadas, impermeável, chapéu, protetor solar e água.



gallery_thumbnail
zoom in

Este trilho começa e termina nas proximidades do Parque Florestal da Mata do Canário.

Atravessa toda a zona montanhosa a sudoeste da Caldeira do Vulcão das Sete Cidades, conhecida como Serra Devassa, onde é possível observar um grande número de lagoas, tais como, as Lagoas das Éguas Norte e Sul e a Lagoa Rasa.

Inicie o trilho junto ao Parque Florestal da Mata do Canário, onde se localiza a lagoa com o mesmo nome.

Nas imediações da Lagoa do Canário podemos encontrar algumas plantas endémicas dos Açores, como as espécies Hypericum foliosum (malfurada), Lactuca watsoniana (alfacinha), Leontodon rigens (patalugo-menor) e Angelica lignescens (angélica). O percurso faz-se por um caminho de terra batida, que atravessa toda a Serra Devassa (zona montanhosa que se desenvolve a sudeste da Caldeira do Vulcão das Sete Cidades), onde se pode conhecer, para além da referida Lagoa do Canário, a Lagoa do Pau-Pique, ladeada pelas ruínas de um antigo aqueduto de pedra, conhecido por “Muro das Nove Janelas”, as Lagoas das Éguas Norte e Sul e ainda a Lagoa Rasa.

Contornando a Lagoa Rasa deverá prosseguir o caminho de volta que o levará novamente à Lagoa do Canário.

Quer receber notícias nossas?

Respeita os termos do WCAG 2.00 AA