menu logo

tamanho do texto:

Ponta dos Rosais

Monumento Natural

gallery_thumbnail
zoom in

Área terrestre, com aproximadamente 170 hectares que inclui os ilhéus e a Ponta dos Rosais no extremo noroeste da ilha.

A Ponta dos Rosais é caracterizada por altas e declivosas falésias costeiras e vários ilhéus, apresentando uma imponente ponta rochosa que se prolonga para noroeste na zona marinha adjacente, sob a forma de uma cordilheira vulcânica submarina. A erosão marinha pôs a descoberto a sequência estratigráfica e a estrutura interna deste sector da ilha de São Jorge, incluindo os cones vulcânicos existentes, diversos filões, uma chaminé e afloramentos de escórias basálticas com diversas granulometrias e tonalidades, desde negras a avermelhadas.

Este monumento alberga um grande número de aves marinhas nidificantes, nomeadamente as espécies Sterna dougallii (garajau-rosado), Sterna hirundo (garajau-comum), Puffinus Ilherminieri baroli (frulho) e Calonectris borealis (cagarro), bem como algumas espécies de avifauna terrestre como Buteo buteo rothschildi (milhafre), Columba palumbus azorica (pombo-torcaz dos Açores), Fringilla coelebs moreletti (tentilhão) e Serinus canaria (canário-da-terra).

Relativamente à flora, e devido às caraterísticas singulares deste lugar, é possível observar um prado de Rumex azoricus (labaça-das-ilhas), espécie protegida que forma comunidades em escassos locais. Realçam-se ainda outras espécies endémicas como a Erica azorica (urze), a Myosotis maritima (não-me-esqueças) e a Festuca petraea (bracel-da-rocha).

Este local integra a Zona  Especial de Conservação (ZEC) Ponta dos Rosais, no âmbito da Rede Natura 2000, constituindo também uma Área Importante para as Aves e Biodiversidade (IBA – Important Bird and Biodiversity Area) da organização BirdLife International e um geossítio do Geoparque Açores – Geoparque Mundial da UNESCO.

Classificações:

Reserva da Biosfera

Rede Natura 2000

IBA

Geossítio

Quer receber notícias nossas?

Respeita os termos do WCAG 2.00 AA