menu logo

tamanho do texto:

Circuito Interpretativo - Caminho de Baleeiros

Tipo: Circular
Dificuldade: Fácil
Distância: 3,8Km
Duração: 1h30
Altitude (Min / Máx): 2m / 179m

 

Como Chegar

Saindo da cidade da Horta na direção oeste, siga pela Estrada Regional, passando pelas freguesias da Feteira e Castelo Branco. Ao chegar à freguesia do Capelo, continue pela Estrada Regional. Depois de passar a entrada do Parque do Capelo devidamente assinalada (Reserva Florestal Natural do Parque do Capelo) à direita, encontrará um entroncamento onde deve virar à esquerda, seguindo a sinalização de estrada indicando “Vulcão dos Capelinhos”. Após percorrer cerca de 4 quilómetros encontrará a estrada de acesso ao Vulcão à esquerda, onde se localiza o Centro e respetivo parque de estacionamento.



Equipamento Recomendado

Calçado apropriado para caminhadas, impermeável, chapéu, protetor solar e água



gallery_thumbnail
zoom in

O circuito começa e termina no parque de estacionamento do Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos. Ao longo deste percurso pode experimentar as sensações de viver numa época em que a baleação era um dos recursos económicos mais importantes para a ilha do Faial.

Este circuito retrata a importância do antigo Porto do Comprido, uma das maiores e mais produtivas estações baleeiras dos Açores até 1957, altura em que o Vulcão dos Capelinhos iniciou a sua atividade. O circuito, com 3,8 quilómetros de comprimento, de baixa dificuldade e com uma duração aproximada de uma hora e trinta minutos, começa e termina no parque de estacionamento do Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos.

No P1 pode observar o antigo Porto Baleeiro do Comprido, a maior e mais produtiva estação baleeira dos Açores até setembro de 1957.

Um pouco mais à frente, no P2, encontra a Casa dos Botes, onde os baleeiros se juntavam muitas vezes para comerem ou para realizarem outras atividades de convívio quando não estavam na caça. No seu interior pode ver a exposição alusiva à caça da baleia.

Seguindo ao longo da estrada principal chega ao P3, local onde pode observar as ruínas da antiga Aldeia Baleeira.

Ao aproximar-se do P4 encontra uma eira, expressão que remonta ao século XVI e dava nome aos terreiros circulares, junto às casas, onde eram recolhidos os cereais para secar, malhar ou limpar.

Seguindo as marcações de trilho chega ao P5, onde encontra os destroços da antiga Vigia Baleeira do Costado da Nau. Foi neste local que se avistaram as primeiras manifestações vulcânicas dos Capelinhos.

No final do circuito pode aproveitar para visitar o Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos e saber mais sobre um dos fenómenos mais importantes da história dos Açores no século XX.

Quer receber notícias nossas?

Respeita os termos do WCAG 2.00 AA