menu logo

tamanho do texto:

Ribeirinha

Miradouro

gallery_thumbnail
zoom in

Galeria

Este miradouro está situado numa antiga pista de motocross que foi recuperada pelo Parque Natural do Faial. Daqui podemos observar grande parte da costa este do Faial e a freguesia da Ribeirinha.

Integrada no Complexo Vulcânico da Ribeirinha, com formações que ascendem aos 800 mil anos de idade, esta área nordestina é a mais antiga da ilha, com origem na primeira fase de formação do Faial, o antigo vulcão da Ribeirinha.

Esta freguesia foi criada em 1666, ocupa uma superfície total de 11,27 quilómetros quadrados e é constituída pelas povoações da Ribeirinha e Espalhafatos. Oferece uma das mais espetaculares vistas sobre as chamadas Ilhas do Triângulo – Faial, Pico e São Jorge – e, em dias de boa visibilidade, sobre a ilha Graciosa.

Tendo o oceano como pano de fundo, vislumbra-se a norte o recorte alongado do vulcanismo fissural da ilha de São Jorge e um pouco a oeste desta, mais longínqua e muitas vezes invisível, a Graciosa. Mais perto e majestosa, a este situa-se a ilha do Pico no outro lado do canal, cujo maior cone vulcânico se eleva aos 2351 metros de altitude, correspondendo à mais alta montanha de Portugal. A sul, encontra-se uma elevação denominada de Lomba Grande com altitude máxima de 543 metros e coberta parcialmente por floresta com espécies naturais dos Açores com paisagens de extraordinária beleza.

O miradouro assenta no cimo de outra elevação, a Lomba da Ribeirinha, com altitude máxima de 309 metros e onde se estende o planalto de Trás-da-Serra, que abriga a maior parte dos terrenos agrícolas desta zona e onde se encontravam largas dezenas de atafonas de apoio à agricultura, construções típicas em pedra e diversos miradouros naturais destruídas pelo sismo de 1998.

Quer receber notícias nossas?

Respeita os termos do WCAG 2.00 AA