1.jpg
artsexylightbox

Reserva Natural dos Ilhéus das Formigas

 

A Reserva Natural dos Ilhéus das Formigas situa-se a cerca de 33 milhas náuticas da ponta sudeste de São Miguel e a cerca de 20 milhas náuticas da ponta nordeste de Santa Maria, constituindo um recurso natural de notável relevância e um verdadeiro berçário para muitas espécies marinhas, com uma extensão total de 52.393 ha.


Os Ilhéus das Formigas são formados por escoadas de basalto interrompidas por veios calcários que contêm fósseis de invertebrados marinhos que remontam, possivelmente, ao Miocénico.
Neste banco encontram-se esponjas e bancos de corais, e diversas espécies como o peixe – cão (Pseudolepidaplois scrofa), o mero (Epinephelus marginatus) e o peixe-rei (Coris julis). Noutros casos avista-se espécie que passam pelos Ilhéus nas suas migrações, como a tartaruga-boba (Caretta caretta), o tubarão-martelo (Sphyrna zygaena) e o tubarão-baleia (Rhincodon typus). 
A importância desta zona marinha levou à classificação destes ilhéus como Zona Húmida de Importância Internacional pela Convenção de RAMSAR.