1.png

Parque Natural de São Jorge

 

O Parque Natural de São Jorge foi criado pelo Decreto Legislativo Regional n.º 10/2011/A, de 28 de março, com o objetivo de melhorar a gestão das áreas protegidas da ilha.

O Parque Natural de São Jorge engloba 24% da área total da ilha de São Jorge, repartindo-se por 13 áreas protegidas classificadas segundo quatro categorias da IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza): Monumento Natural (Ponta de Rosais); Área Protegida para a Gestão de Habitats ou Espécies (Costa Noroeste, Costa Sudoeste, Costa de Velas, Pico da Esperança e Planalto Central, Fajã das Almas, Costa do Topo, Ilhéu do Topo); Área de Paisagem Protegida (Fajãs do Norte); Área Protegida de Gestão de Recursos (Costa Oeste, Entre Morros, Costa das Fajãs, Costa Nordeste). Estas áreas fazem-se acompanhar de alguns pontos importantes de interpretação e contemplação, que permitem ao visitante descobrir a biodiversidade oferecida por um património natural único em todo o mundo.