1.jpg
artsexylightbox

Reserva Natural do Mistério da Prainha

 

O “Mistério da Prainha” com 716,14 ha, está inserido no complexo vulcânico São Roque - Piedade, teve origem numa erupção histórica com inicio a 21 de Setembro de 1562 e que se prolongou durante cerca de 2 anos.
Neste campo de lavas pahoehoe, desenvolveram-se diversos cobertos vegetais com elevada concentração de plantas endémicas, Espigos-de-cedro (Arceuthobium azoricum) e Queiró (Daboecia azorica).
Destes cobertos vegetais destacam-se as formações dominadas por Urze (Erica azorica) e Cedro-do-mato (Juniperus brevifolia), designadas por matos macaronésicas endémicos, e as formações dominadas por Feno (Deschampsia foliosa), Canição (Holcus rigidus) e Bracel–do–mato (Festuca jubata), designadas por prados orófilos macaronésicos.
Da fauna variada destaca-se a Aranha (Minicia picoensis) e Escaravelho (Tarphius tornvalli) e para a avifauna o Melro-preto (Turdus merula azorensis), Estrelinha (Regulus inermis) e Pombo-torcaz-dos-Açores (Columba palumbus azorica).