Geocaching no Parque

Corvo geocaching

Atividade de Geocaching, no âmbito do Dia Mundial da Terra, realizada em diferentes pontos do Parque Natural, para conhecimento e sensibilização para a preservação das áreas protegidas.

 

Local // Largo do Ribeirão

Dia 25 abr // 15h

Caminhada pela Saúde

Corvo -_Caminhada_pela_sade_site

 

 

Visita à Fajã Lávica da Vila do Corvo, com o objetivo de conhecer este local geológico, sensibilizando para a importância de praticar exercício físico em contacto com a natureza.

 

Local // Largo do Ribeirão
Dia 10 abr // 15h

Doces e Compotas Caseiros

Corvo -_Doces

Workshop orientado pelo formador Hernâni Furtado, de confeção de doces e compotas caseiros, produzidos a partir das frutas da época, para sensibilização à utilização de produtos agrícolas.

Os participantes devem levar recipientes para guardar os doces e compotas.

Inscrições limitadas até 1 de abril no Parque Natural.

This e-mail address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. // 292 596 051

 

Local // Bar do Cento Multiusos

Dia 3 abr // 14h30

Mais Endémicas no Corvo

Corvo mais_endemicas

Plantação de espécies endémicas na zona dos moinhos de vento para reabilitação do local.

 

Local // Largo do Ribeirão

Dia 20 mar // 15h

Os cagarros regressam aos Açores

Corvo -_Cagarros

O Cagarro ou Pardela-de-bico-amarelo (Calonectris borealis) já se fez notar. O seu canto voltou, recentemente, a ecoar na noite do Corvo. O som inconfundível (que alguns dizem que se assemelha com o coaxar de uma rã ou com o miar de um gato) assinala o regresso às colónias. Ao longo das próximas semanas decorrem os preparativos para a construção do ninho - que normalmente é o do ano anterior.

Terminada esta tarefa, que pode decorrer entre abril e maio, verifica-se a formação dos casais. Podem fazê-lo durante trinta anos desde que atingem a vida adulta, aos 7 anos de idade, até aos 40 anos, a longevidade máxima conhecida.

Após a lua-de-mel surge a postura de 1 ovo, normalmente entre maio e junho. Cerca de 50 dias depois acontece a eclosão do ovo e, a partir daí começam os cuidados parentais com a cria, que se poderão prolongar até princípios do mês de outubro.

Findo este período, primeiro partem os pais, e a nova e decisiva etapa inicia-se na vida do cagarro juvenil, com a saída do ninho. Esta ave, com cerca de 3 meses de idade, faz a sua primeira grande viagem de centenas de quilómetros pelo oceano, com destino ao hemisfério Sul. Este é o momento que marca o início da Campanha SOS Cagarro.