4.jpg
artsexylightbox

Descida à Caldeira

 

O trilho começa e termina no Miradouro da Caldeira. Desce até ao fundo de uma das mais espetaculares e maiores caldeiras vulcânicas do arquipélago, onde se pode encontrar, em perfeito estado de conservação, a vegetação natural dos Açores.

Na descida à Caldeira pode observar-se toda a copiosa exuberância da Laurissilva húmida. Este é um dos mais preciosos redutos da flora natural do arquipélago, inserido na caldeira de um vulcão com uma área de cerca de 330 ha.

Dada a necessidade de conservação dos valores naturais presentes na Caldeira do Faial, com relevo para a singularidade geológica, biológica e paisagística deste local, foi criado o Regulamento de Acesso à Caldeira

 

Nos termos do novo regulamento, a visita ao interior da Caldeira é feita, obrigatoriamente, entre o nascer e o por do sol e sempre acompanhada por um guia do Parque Natural do Faial.  O acesso de visitantes ao interior da Caldeira está condicionado a uma capacidade máxima de carga diária de 40 visitantes, sendo que a permanência nesta área protegida não deve ultrapassar as 3 horas.

 

Regulamento de Acesso ao Interior da Caldeira, clique aqui

Normas de Conduta na Caldeira do Faial, clique aqui

Lista de entidades habilitadas a operar na Caldeira, clique aqui 

Caso seja entidade habilitada, pode efetuar o seu pedido de autorização  aqui

 

Dificuldade: Difícil

Extensão: 3 km

Duração média: 3h30

Altitude:

Altitude mínima: 574m

Altitude máxima: 908m

Equipamento recomendado: Calçado apropriado para caminhadas, impermeável, chapéu, protetor solar e água.

 

Início e fim: Miradouro da Caldeira (38°34’49.44’’ N | 28°42’23.14’’ O)

 

Como chegar

Partindo do Largo Duque D’Ávila e Bolama, no centro da cidade da Horta em frente á Câmara Municipal, siga em direção norte para a freguesia dos Flamengos e acompanhe a sinalética com a indicação "Caldeira".